Vila A Mais

Os 12 boxes – do total de 58 – serão destinados exclusivamente para associações sem fins lucrativos e cooperativas de artesanato ou de agricultura familiar, de pequeno porte

PTI faz consulta pública a interessados em ocupar boxes sociais no novo Mercado
PTI faz consulta pública a interessados em ocupar boxes sociais no novo Mercado. Foto: Rafa Kondlasch | Itaipu

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) publicou nesta quinta-feira (1º) um edital de chamamento para instituições interessadas em participar de uma futura seleção para a ocupação de até 12 boxes sociais no Mercado Público, em Foz do Iguaçu (PR). O Mercado foi construído com recursos da Itaipu Binacional nas antigas instalações da Companhia Brasileira de Alimentos (Cobal), na Vila A.

Os 12 boxes sociais (do total de 58 boxes) serão destinados exclusivamente para associações sem fins lucrativos e cooperativas de artesanato ou de agricultura familiar, de pequeno porte, que receberão benefícios para consolidar a sua implementação e operação.

Para participar, a entidade deverá preencher o formulário e o plano de negócio simplificado disponíveis no site do PTI (portaldecompras.pti.org.br). A inscrição é gratuita e ficará aberta até o dia 18 de fevereiro.

O PTI salienta que o edital não tem o objetivo de selecionar os futuros ocupantes dos boxes, mas sim de identificar e mapear quantas e quais são as instituições com este perfil na região. A seleção para ocupação dos boxes (sociais e comerciais) será feita em outro processo, ainda a ser lançado, com ampla divulgação.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, avalia que os boxes sociais irão fomentar o desenvolvimento regional e a geração de emprego e renda para públicos de maior vulnerabilidade. Por isso, as instituições selecionadas receberão subsídios no aluguel e condomínio, capacitações, treinamentos e mentorias durante os três primeiros anos de funcionamento do Mercado Público.

“Será uma oportunidade para que esses segmentos sejam integrados ao setor do turismo, que é a principal atividade econômica da cidade. Da mesma forma, os futuros frequentadores do Mercado, sejam moradores ou turistas, terão acesso a produtos de qualidade e que valorizam a cultura local”, afirmou.

Os boxes sociais poderão ser ocupados para comercialização de produtos como hortifrutigranjeiros; artesanato; artes plásticas e manuais, produtos típicos coloniais, conservas, pães caseiros, embutidos; produtos orgânicos, incluindo alimentos, cosméticos e outros; produtos de origem indígena e de comunidades tradicionais; pescados in natura – entre outros.

Novo atrativo turístico

O futuro Mercado Público de Foz do Iguaçu terá um espaço de mais de 3.500 metros quadrados, com cerca de 12 boxes sociais e 46 comerciais. A expectativa é que o espaço seja inaugurado ainda no primeiro semestre de 2024. A Itaipu Binacional investiu cerca de R$ 14 milhões na obra.

Sobre a Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,9 bilhões de MWh. Em 2023, foi responsável por cerca de 10% do suprimento de eletricidade do Brasil e 88% do Paraguai.

Assessoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *